SOBRE O QUERER

15241362_10207581258038766_2793101849259251033_nNão quero mais falar de fundamentalistas, de terroristas, de fanáticos que aterrorizam o mundo com certezas espúrias, dos que antecipam os tempos de medo, dos invisíveis dizimados sem dó nem piedade, dos degolados por bárbaros em frente às câmeras de TV, do mundo com valores invertidos, de religiões que geram atraso, de pessoas que fazem da crueldade seu meio de vida, de canalhas que se vestem de mentiras o tempo todo, de pessoas e mentes tão atrofiadas que acham por bem acreditar, por preguiça de pensar e assim contaminam multidões; de uma humanidade cada dia mais frágil e insolente, e alheia. Dos que se dedicam a teorias de conspiração, dos pais que geram filhos para depois assassinar cruelmente, de mediocridades irritantes, de preconceitos que não se derrubam… Daqueles que julgam o próximo como se fossem deuses puros; de retrocessos na sua história perdida e na história que deixaram de construir por egoísmo, incompetência, prepotência e inveja… Dos acomodados, dos covardes dos que ficam em cima do muro, os que não honram a vida como presente, dos que desprezam uma dádiva chamada sentimento.  Dos sem tolerância e dos que toleram demais por inércia, dos que não têm, dos que fingem ter, dos que ridicularizam quem tem.

Transformaram o coração em ferro, pedra, lixo descartável.

Cansada de discordar, também não concordo. Fico assim, um vulcão prestes a explodir, mas que explode no meio do meu coração, das minhas entranhas, das minhas tripas, no meu cérebro que procura diariamente acordos para manter a sanidade.

Isso tudo Não Quero!       Quero ir seguindo o que me resta de amanhecer, quero anoitecer sem culpa, com a cabeça deitada no meu travesseiro ortopédico para salvar o pescoço, com a consciência leve.

Quero acordar e me achar bonita mesmo que enxergue rugas. Quero ter lindas viagens dentro de mim, fazendo uma ciranda com os que amo.crie-lacos-com-as-pessoas

Quero os meus prazeres, todos os que meus desejos apontar. Quero limites, respeito, me encantar com poesias músicas e pessoas do bem. Quero me surpreender com admiração pelos que estão em sintonia com os valores que somam.

Quero enxergar e conseguir sentimentos delicados que embelezam e amenizam o insuportável para mim.

Quero os diferentes que se levantam todo dia com vontade de transformar. Qualquer detalhe… Os desarmados, os que perdoam e são perdoados, não por cansaço, mas por merecimento. Quero um amigo que perceba, porque simplesmente está atento.

Quero os que não humilham, porque essa é uma atitude desprezível. Todo ser humano merece respeito.

Quero os que saibam as diferenças, os que promovam mudanças, os que possuem o mesmo olhar, o mais lindo de todos que é o da Generosidade.

Quero um mundo onde esses se encontrem e se reconheçam.

Talvez esses meus quereres sejam utópicos, mas são os que habitam em mim.

Quando o coração transborda a língua fala. Quixotescamente me divido em total inquietação.

“Mudar o mundo meu amigo Sancho, não é Loucura, não é Utopia, é Justiça”. 

*camiseta-estampa-dom-quixote-e-sancho-panca-D_NQ_NP_11761-MLB20049227914_022014-OCervantes.

 

Vera Vianna

Quando trabalhava no Jornal do Brasil ao entrevistar Nelson Rodrigues foi convidada para protagonizar o filme ENGRAÇADINHA, de seu livro ASFALTO SELVAGEM, assim, ingressando na carreira artística. Hoje atriz , jornalista, blogueira e escritora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *